domingo, maio 10, 2009

A Saca-rolhas

Foi a saca-rolhas mas lá consegui tirar o Xico de casa, a Inês veio por simpatia, que no princípio estava um pouco reticente, mas no fim já sabia muito bem diferenciar a rainha de uma obreira, sobre mim caía uma saraivada de porquês, que atentamente ia respondendo como podia e conseguia.
O meu espanto foi quando ela quis ter uma abelha na mão, parecia tão corajosa e destemida, valeu-nos o provisório e doce temperamento das guerreiras, causado por valentes baforadas de fumo saídas do fumigador.
Parece-me que ficamos com mais uma adolescente admiradora de vedetas com duas asas, o Xico também ficou fascinado, e a Avó Júlia queria que três abelhas me ferrassem por não a ter levado também neste passeio com a neta ver as lindas voadoras.
É um universo em que toda a gente fica grata por poder conhecer mais sobre este misterioso e encantado mundo. Quando nos deixamos embalar pela sua história, pelos seus movimentos e comportamentos. A terapia apícola está num nível bem mais acima do explicável.



8 comentários:

Parada do Pinhão disse...

pequeno sem medo

Mário disse...

Amigo Pinhão, não é UM, mas sim UMA :) e bem destemida.
Abraço

Anônimo disse...

ja sou a mestre das abelhas, não te esqueças homem das abelhas que quando fores tirar o mel das colmeias chamares a mestre Ines.

Mário disse...

LOL essas teclas acredito que sejam Inês, mas as palavras devem de ser de certeza Xico, mas estas aceite o convite.
Beijinhos
e
Ferradelas :)

montedomel disse...

Bonitas imagens Mário,
não só graficamente, que estão, mas também pelo que representam, gostava de as ver num cartaz sobre a apicultura nacional,
continue assim...

Pifano

Mário disse...

Realmente são mesmo de uma beleza excepcional, o Mestre Pifano também já teve destes momentos únicos. Convido toda gente a tentar fazer o mesmo, os homens de amanha precisam de saber a matriz das coisas no terreno, ficam perplexos por aprender no local, e nós satisfeitos com a sua aprendizagem.

Abraço
Ferradela

Fernando disse...

Brilhante!

Fiquei espantado com a coragem da minha pequena afilhada!

Temos mulher!

Quanto ao "hobby" do Sr. Mário Serrano... Sr. Mário, continue com esse trabalho louvável, que fazem falta pessoas com a mesma dedicação a manter vivas as tradições deste país.

Abraço

Mário disse...

Sr. Fernando, é com grande apreço que leio as suas letras aqui no Ferradela. É verdade que sim, que temos mulher, várias vezes me pergunto se será aqui que passo o "testemunho".
Espero vê-lo em breve, lá na "tasca" do costume.

Abraço
Ferradela