quarta-feira, novembro 03, 2010

Vespa Japonesa

Vespa Japonesa a sondar o apiário, antes de morrer depois das filmagens, ainda conseguiu apanhar algumas abelhas, mas veja-se a sua rapidez e eficácia no voo, é uma autentica exterminadora, não tem dó nem piedade, assim como eu.

6 comentários:

montedomel disse...

assim é óptimo, matar os actores no fim do "filme" sem pagar o "cachet" é só lucro na bilheteira!!!

abraços
Pifano

Abelha Preguiçosa disse...

Suponho que neste caso não se pode dizer "Não foram maltratados animais durante a elaboração deste filme", como costuma aparecer no final de outros...
:-))))

İlhami Uyar disse...

Thank you for nice sharing,I hope you must prepared your bees for winter season.Best wishes ,stay well.

ricardo disse...

Boas eu e um amigo também tivemos esse problema nao zona de S. Pedro do Sul. Conseguimos matar meia duzia. Mas pensamos em capturar umas e colocar-lhes uma bandeira para aumentar a sua visibilidade e segui-las até aos seus vespeiros, para depois os destruir-mos. Se esta espécie continuar a aumentar as abelhas vao ter o seu trabalho muito mais dificultado.

Algumas soluções?

ricardo disse...

Parabéns pelo blog!

montedomel disse...

Olá Ricardo,

Achei tremendamente curiosa a forma de "marcar" o vespão para lhe encontrar o ninho. Nunca me tinha ocorrido e acredite que gostava de encontrar um ninho activo, mas só para fotografar...
Compreendo perfeitamente as suas motivações, também me ocorrem às vezes, principalmente os abelharucos.
A minha formação é em Biologia, quando me tornei apicultor "esqueci-me" de alguns dos ensinamentos da ecologia e tal como o Ricardo, e o Mário... só pensava em proteger as minhas abelhas dos predadores.
Mas estaremos de facto a protege-las???
Diz a regra que os predadores, na generalidade, atacam apenas os individuos mais fracos e doentes, acabando por contribuir para o bem estar geral da colónia, neste caso.
As abelhas doentes e mais fracas são assim eliminadas deixando de ser um foco de contágio para as outras e até um encargo.
No entanto também o digo, ou melhor, pergunto, com tantas alterações ambientais, desequilibrios ecológicos, como poderemos saber se o dito Vespão não se encontre actualmente numa superpopulação descontrolada à custa da apicultura ???

Abraços
Joaquim Pifano