terça-feira, abril 21, 2009

Comportamentos

Já várias vezes tinha assistido a este comportamento, mas nunca o tinha registado.
Algumas abelhas à entrada da colmeia, com o abdómen todo virado para cima e as asas num bater frenético e com uma pujança invulgar, o movimento é de tal ordem rápido que até lhes causa o desequilíbro, ficam estáticas viradas para a entrada da colmeia com o turbo ligado, toquei-lhes e pareciam não se incomodar.
Poderia dizer que estavam a comunicar com as que estavam fora, que ali era a nova casa, ou podiam estar a evitar que as de dentro saíssem.
Fiquei bastante intrigado, peço a quem saiba ou desconfie que comente.
Obrigado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Ao que sei, elas fazem isso para fazer circulação de ar para evaporar o excesso de agua do mel.
Já agora parabem pelo excelente Blog.

Cumpts
João Calado

Hugo Martins disse...

Boa noite amigo Mário!

Esse comportamento que observou são as abelhas a ventilar a colmeia. Se reparar bem consegue ver que elas estão sempre com a cabeça virada para a entrada da colmeia e dentro desta existem muitas mais também a bater as asas para ajudar à ventilação. Elas ainda não ganham o suficiente para o ar condicionado... :-)

Nas minhas colmeias é muito frequente este comportamento até porque de verão as temperaturas são muito elevadas aqui no alentejo. Elas adoptam este comportamento para duas coisas: combater o aumento de temperatura no interior da colmeia e diminuir a humidade dos néctares recolhidos durante o dia. Se for à noite a um dos seus apiários numa altura de grande fluxo de néctares elas vão estar com este comportamento também.

Abraços
Hugo Martins

Alien disse...

Perdoem-me lá a minha discordancia, mas creio que neste caso não se trata de "ventilação", mas antes de comunicação.
Se repararem na parte terminal do abdómen, vêm uma estrutura esbranquiçada, mais uma depressão ou ourifício, trata-se da Glândula de Nasonoff, creio que é assim que se escreve. Essa glândula liberta uma hormona que creio servir para chamar as outras abelhas, a posição da abelha que exibe a glândula e o bater de asas muito acelerado servem para difundir a dita hormona.
É muito comum quando um enxame entra para uma nova casa, quando mudamos as abelhas de colmeia, quando há muitas abelhas no exterior, etc...
Abraços, tá um vídeo muito curioso Mario.
JPifano - Montedomel

Mário disse...

Obrigado pelas dicas, mas estou mais inclinado pela teoria do amigo Pifano, parece mais lógica, embora as outras não se devem descartar.

Hugo Martins disse...

Boa noite!

Amigo Pífano eu também pensei no mesmo que explicou mas que dizer quando são todas as colmeias do mesmo apiário e com dezenas de abelhas na prancha de vôo assim?

Eu não sei se será apenas uma questão de comunicação...

Abraços
Hugo

Parada do Pinhão disse...

bem eu acho que é uma questão de arrefecimento e de ventilaçao da colmeia.
cumprimentos e parabens pelo blogue

Espaço do João disse...

Sou um pouco leigo na matéria mas, a ventilação faz-se não com elas viradas de barriga para o ar segundo entendi. Quando elas estão rodeando uma ou mais abelhas , é mais com a intenção de as descarregar ou então limpá-la. A ventilação faz-se normalmente com um grande grupo viradas para dentro da colmeia. Ainda se dá o caso de ela estar com o anel esbranquiçado, o que quer dizer que encontrou um rico pasto. Penso eu de que... Estou mais de acordo con Alien