domingo, junho 13, 2010

Associações (algumas)


Ora bem, este tema cai como uma bomba, e espero que não me rebente na mão.

Associações de apicultores. Para além do significado da palavra, uma associação é um órgão que deve de (ajudar) o seu associado, não é só pagar as cotas e ter direito a um cartão. Uma associação DEVE prestar auxílio, bem como TIRAR dúvidas que surjam, e não encaminhar para outras entidades, sempre com a desculpa de que não se sabe. Quando vou a uma associação por uma emergência, por exemplo, para comprar uma bobine de arame para pôr nos quadros, não a quero pagar quase ao preço da prata, para isso vou a uma ourivesaria e em vez de arame ponho um belo a adornado fio de metal precioso. Quando vou comprar cera moldada para pôr nos quadros, é CERA para quadros, não é cera ao preço de um quadro de leilão.

E bem, já que pago as cotas, se eu quiser comprar um frasco de mel, porque raios o tenho de pagar a um preço muito superior? Para isso vou a uma loja gourmet. Mas se o quiser vender, nem tenho espaço para manobra, aquelas prateleiras parecem  pertencer só a meia dúzia de "associados" (e será que o são?)

Acções de formação, há tempos que oiço falarem que vão dar uma. (Vão dar uma??) vão vão!!
Veterinário? Ajuda a dúvidas na legislação? Entre outros, são assuntos que não constam naquele cardápio.
Eu não ando para sustentar empresas (lojas de venda de mel) (com nome de associações) com as minhas cotas, as minhas colmeias dão OURO ao preço do MEL, não dão MEL ao preço do OURO.

Contudo nem todas as associações se medem por esta bitola, gostava que este fosse um caso isolado, mas temo em enganar-me. Se não tem pernas para andar que não ande.

Bons exemplos e associações a seguir, são aquelas que conseguem cativar, que nos ajudam, esclarecem, que nos formam, e algumas já o conseguiram fazer, bem como algumas empresas do sector que prestam auxilio a custo zero e notas-se bem que fazem gosto daquele momento.
Também posso estar a ter uma ideia errada, se for o caso que me elucidem.

5 comentários:

António disse...

"... as minhas colmeias dão OURO ao preço do MEL, não dão MEL ao preço do OURO."

Simplesmente genial!!

Quanto ao resto completamente de acordo.

Mel Fonte Nova disse...

pois é amigo Mário, acho que tocou no vespeiro e de certeza vai começar a levar ferroada, por estes lados passa-se o mesmo ,compra-mos fora da associação o material mais barato não dá para entender ( ou será que dá ?).Já me disseram que as associações não têm o intuito do espirito comercial até porque tambem têm associados comerciantes, alguns da mesma área de comércio ,uma coisa eu tenho quase a certeza quem continuar a falar muito neste assunto vai levar na cabeça ,ou seja por isto ou por aquilo ,mais inspeções de rotina ás melarias ,não se esqueça disto.
até outro dia .
melfontenova

Anônimo disse...

E aquelas associações que têm técnicos para darem apoio aos associados, e durante o ano não fazem nada a não ser para receberem o registo das colmeias e depois vêm com fichas de registos de visitas aos Apiários para os sócios assinarem, como se tivessem feito o trabalho, e a grande maioria assina sem ler o que está a assinar! Eu penso que nós somos os culpados disto tudo acontecer. As associações apícolas são para ajudar os sócios e não para se servirem deles para os outros fins.
L.M

Mário disse...

Então se-calhar o melhor é começar a lavar o chão com agua de rosas da índia com etiqueta made im CEE.
Mas até que era caricato e dava um bom post, (Aqueles que não conseguem resposta de como certificar uma melaria, mandarem inspeccionar uma).
Também estou de acordo com o resto das afirmações, é todo esse inerte nacional porreirismo que critico.

Anônimo disse...

Mário, isso é pegar o corno pelos touros lol, andas bravo como as abelhas, hehe, aproveita a maré e narra o caso do GNR barrigudo ;-)

E PluribuS UnuM