sexta-feira, março 27, 2009

Abelholândia

É de espantar a forma como um enxame recolhido em estado selvagem, o enxame esteve mais para lá que para cá, teve a supervisão do Mestre Duarte durante bastante tempo, este enxame sofreu e sofreu, o Mestre chegou a meter um quadro com criação, caso não o tivesse feito teria morrido, foram nove meses de soberba sobrevivência, um inverno rigoroso e uma grande ausência de floração, encafuadas num núcleo de cinco quadros com alguma cera pura, cheguei a temer o pior, ainda hoje quando falo nele, o Mestre Duarte solta uma gargalhada, só ele sabe os cuidados e trabalhos que passou com ele.
Hoje tem uma densidade populacional acima do normal, levou com meia alça sobre o ninho, aproveitei um quadro com uma realeira que coloquei numa colmeia que encontrei orfã, da mesma maneira que sobreviveu ajuda agora a sobreviver.
O amigo Zé, que no ano passado me disse onde o enxame estava, vai gostar de o ver agora, forte e saudável, feroz e assanhado, o resultado foi oito ferradelas, a que já começo a estar habituado e ao meu colega Vítor duas, para se começar a habituar.
Coloquei mais uma meia alça numa outra colónia, a alça que estava já completa de mel, ficou na parte de cima e a nova mais perto do ninho, teoria facultada pelo Mestre Pifano e recomendada pelo Mestre Duarte.
A temperatura era de 23 Graus, mas com tendência a descer este fim de semana acompanhado de ventos.


video

Nenhum comentário: